sexta-feira, 25 de maio de 2018

Postal Antigo - Estocolmo - Hotel Bromma


quinta-feira, 24 de maio de 2018

Notícia - Porto com 17 novos hotéis


O investimento no turismo não esmorece. O Porto tem atualmente em carteira 17 novos projetos de hotéis.

As zonas histórica e central da cidade atraíram 15 intenções de investimento, que estão neste momento em processo de licenciamento na Autarquia, revelou o Confidencial Imobiliário. Para a freguesia do Bonfim, estão previstos dois novos hotéis.

O JN/Dinheiro Vivo sabe que o Pestana, maior grupo hoteleiro do país, tem agendada a abertura de três novos hotéis no Porto, até ao final do próximo ano. O primeiro a abrir será no conhecido edifício Casa Navarro, na Baixa, adquirido pela família David Rosas. Esta unidade de 46 quartos, com abertura prevista para este ano, ficará sob gestão do grupo. Assente neste modelo de negócio, em que o investimento fica a cargo dos proprietários e a gestão nas mãos do grupo hoteleiro, o Pestana abrirá, em 2019, um hotel na Rua das Flores, com 87 quartos.

O grupo português tem previsto um investimento de 20 milhões de euros na construção do Douro Hotel, no Freixo, próximo da pousada, que está a seu cargo. Este projeto, que contempla 165 quartos, deverá estar concluído em 2019. Ainda em março, abriu o Pestana Porto - A Brasileira. O edifício e o investimento, da ordem dos 12 milhões, foi da responsabilidade do proprietário, o antigo selecionador de futebol António Oliveira, ficando a gestão da unidade a cargo do Pestana.

O Axis Hotéis prepara também para breve a entrada da sua marca no Porto. Segundo o administrador Rui Barbosa da Costa, o grupo português, que já explora seis hotéis, quer uma unidade na cidade com "uma escala mínima de 100 quartos".

Já o grupo espanhol Catalonia escolheu o Porto para expandir a sua atividade ao país. Prepara-se para investir 14 milhões numa unidade de quatro estrelas, na Praça da Batalha. O grupo comprou cinco edifícios de interesse histórico para recuperar até 2020.

https://www.jn.pt/local/noticias/porto/porto/interior/porto-com-17-novos-hoteis-9276828.html

Notícia - Viagens turísticas dos residentes em Portugal aumentam 5% para 21,2 milhões em 2017


As deslocações turísticas dos residentes em Portugal aumentaram 5%, para 21,2 milhões, em 2017 face a 2016, quase 90% das quais para destinos domésticos e sobretudo com a motivação de ‘lazer, recreio ou férias’, divulgou esta quarta-feira o INE. Segundo as estatísticas relativas à “Procura Turística dos Residentes” do Instituto Nacional de Estatística (INE), estes dados revelam um abrandamento face a 2016 e 2015, já que nestes anos as deslocações turísticas dos residentes registaram acréscimos de 5,4% e 7,0%, respetivamente.

Do total de 21,2 milhões de viagens realizadas no ano passado, 9,6 milhões tiveram como objetivo ‘lazer, recreio ou férias’ (45,2% do total, +1,4 pontos percentuais [p.p.] do que em 2016), seguindo-se a ‘visita a familiares ou amigos’, com 9,3 milhões (44,0%, -0,1 p.p.). Em 2017 as viagens para o estrangeiro representaram 10,4% do total (+0,7 p.p. face a 2016), tendo o ‘lazer, recreio ou férias’ justificado 57,4% (+2,6 p.p.) destas deslocações, enquanto nas viagens domésticas 46,6% (+0,1 p.p.) deveram-se a ‘visita a familiares ou amigos’.

No ano passado, a proporção de viagens com marcação antecipada aumentou 1,2 p.p. para 30,2%, com maior expressão nas viagens para o estrangeiro (+1,4 p.p.; 90,0%), sendo que a utilização de Internet ocorreu em 17,4% das viagens em 2017 (15,8% em 2016). Em 2017 as dormidas em ‘alojamento particular gratuito’ equivaleram a 66,9% do total (+1,1 p.p.), tendo os ‘hotéis e similares’ reunido 18,9% das dormidas (-1,8 p.p.), e cada viagem teve uma duração média de 5,77 noites (5,69 em 2016).

Considerando apenas o quarto trimestre de 2017, foram 4,75 milhões as deslocações turísticas efetuadas pelos residentes em Portugal, um aumento de 7,4% face ao trimestre homólogo de 2016 e de 1,1% relativamente ao terceiro trimestre. Das viagens realizadas de outubro a dezembro, apenas 9,9% (469,9 mil) foram para o estrangeiro, mas estas deslocações cresceram acima das viagens com destinos nacionais.

As viagens para “visita a familiares ou amigos” (2,6 milhões, 54,6% do total) perderam alguma representatividade (-4,8 p.p.), reforçando-se o peso relativo das viagens por motivos de “lazer, recreio ou férias” (+5,0 p.p.), que originaram 1,6 milhões de viagens (33,2% do total). Já as deslocações por motivos “profissionais ou de negócios” (405,1 mil) pesaram 8,5% no total (+0,3 p.p.). No período, as dormidas em “hotéis e similares”, com uma quota de 15,5%, registaram um aumento de importância relativa de 1,1 p.p.

No 4.º trimestre 2017, considerando os destinos no estrangeiro, ‘lazer, recreio ou férias’ foi a motivação de 44,3% das viagens, com ganho de representatividade de 2,9 p.p., por oposição a diminuições nos pesos das viagens para ‘visita a familiares ou amigos’ e por motivos ‘profissionais e de negócios’ (-2,7 p.p. e -1,0 p.p., respetivamente).

Nas viagens domésticas, embora a ‘visita a familiares ou amigos’ continue a ser a principal motivação (56,8%), teve menor expressão (-4,8 p.p.), por contrapartida do aumento de 5,1 p.p. na proporção destas viagens por motivos de ‘lazer, recreio ou férias’ (32,0%).

No último trimestre de 2017, a proporção de viagens com marcação prévia de serviços fixou-se em 25,5% (+0,7 p.p.) e a Internet foi utilizada na organização de 15,4% das viagens (+1,0 p.p.).

De outubro a dezembro, o ‘alojamento particular gratuito agregou 79,8% das dormidas totais, enquanto o ‘alojamento particular pago’ foi opção em 2,5% das dormidas, observando-se um aumento da importância relativa dos ‘hotéis e similares’, que proporcionaram alojamento a 15,5% do total de dormidas (+1,1 p.p.). Os restantes meios de alojamento registaram ligeiras perdas de expressão.

No último trimestre do ano passado, 18,1% dos residentes realizou pelo menos uma deslocação turística, mais 0,8 p.p. face a idêntico período de 2016, com o “contributo positivo” do mês de dezembro (+2,0 p.p.; 16,2% de turistas) a compensar as “ligeiras diminuições” (-0,1 p.p.) nos meses de outubro (8,1% de turistas) e novembro (7,1%).

A duração média das viagens aumentou no quarto trimestre, com cada turista residente a realizar, em média, 4,54 dormidas nas viagens turísticas (+3,7%), destacando-se o mês de dezembro com as durações médias mais elevadas (5,01 noites, +7,4%).

https://observador.pt/2018/05/02/viagens-turisticas-dos-residentes-em-portugal-aumentam-5-para-212-milhoes-em-2017/

Notícia - Portuguese Trails: plataforma dedicada à oferta nacional de Cycling e Walking


O Turismo de Portugal disponibiliza​ a plataforma www.portuguesetrails.com, exclusivamente dedicada à oferta nacional de Cycling e Walking, com o objetivo de posicionar o país como um destino internacional de excelência neste género de experiências turísticas.

Disponível em cinco idiomas, esta plataforma é uma das ações do projeto Portuguese Trails que o Turismo de Portugal está a desenvolver em parceria com as sete regiões turísticas do país e com as comunidades intermunicipais, associações e empresas turísticas, numa atuação concertada entre entidades públicas e privadas.


A presença dos destinos regionais e das empresas portuguesas em feiras internacionais, a organização de visitas educacionais e de jornalistas e ações de promoção nas redes sociais, são outras ferramentas da comunicação internacional do Portuguese Trails para promover a oferta consolidada e diferenciadora do destino Portugal para atividades de bicicleta e a pé, ao longo de todo o ano.

O projeto Portuguese Trails pretende captar novos segmentos de procura que registam um potencial de crescimento sustentável e fomentar o aumento de dormidas e receitas em todas as regiões, tanto no litoral como no interior do país, atuando para isso ao nível da valorização do território, estruturação de produto, promoção e comercialização.

http://business.turismodeportugal.pt/pt/Not%C3%ADcias/Paginas/default.aspx

Notícia - Apresentação do Guia de Boas Práticas de Acessibilidade - Comunicação Inclusiva em Monumentos, Palácios e Museus


O Turismo de Portugal e a Direção Regional de Cultura do Centro convidam a participar na sessão de apresentação do Guia de Boas Práticas de Acessibilidade - Comunicação Inclusiva em Monumentos, Palácios e Museus.

A sessão visa dar a conhecer alguns procedimentos técnicos aplicáveis a qualquer espaço cultural, assim como, divulgar outras experiências de comunicação acessível e inclusiva em Monumentos, Palácios e Museus. 

A participação na sessão é gratuita, com inscrição obrigatória até dia 6 de junho e limitada à capacidade da sala (54 lugares). As inscrições são confirmadas pela organização.

Programa​:
_ Boas Vindas
_ Programa All for All – Portuguese Tourism (Turismo Acessível) – Helena Ribeiro, Turismo de Portugal
_ Apresentação do Guia de Boas Práticas Comunicação Acessível Museus, Palácios e Monumentos: uma ferramenta de apoio  – Coautoras Ana Garcia e Clara Mineiro
_ Apresentação de casos de boas práticas: Museu Nacional de Machado de Castro (Coimbra) e Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (Batalha)
_ Debate

http://business.turismodeportugal.pt/pt/agenda/eventos/paginas/apresentacao-guia-boas-praticas-acessibilidade-comunicacao-inclusiva-monumentos-palacios-museus.aspx/

ObservArribas


​​​​​Segunda edição do ObservArribas - Festival Ibérico de Natureza das Arribas do Douro, co-organizado pela Câmara Municipal de Miranda do Douro e pelos parceiros do projeto Life Rupis​, projeto transfronteiriço de conservação do britango e águia-perdigueira. O ObservArribas reúne natureza e cultura num evento que inclui uma feira e um programa diversificado com atividades de observação de aves, passeios na natureza, palestras, atividades para os mais novos e momentos culturais e gastronómicos. Este ano, o festival comemora os 20 anos do Parque Natural do Douro Internacional, tendo como “cabeça de cartaz” a águia-perdigueira, umas das espécies-alvo do Life Rupis e Ave do Ano 2018 em Portugal.

http://business.turismodeportugal.pt/pt/agenda/eventos/paginas/observarribas.aspx/

Notícia - Turismo Fundos disponibiliza 25 M€ para dinamizar territórios de baixa densidade: candidaturas até 31 de julho


Estão abertas as candidaturas ao programa da Turismo Fundos que disponibiliza 25 milhões de euros para operações de investimento imobiliário em territórios de baixa densidade, com vista a dinamizar o investimento e a criação de emprego.

O programa destina-se a pequenas e médias empresas cujos projetos de investimento traduzam a valorização económica dos ativos imobiliários através de atividades turísticas, ou outras relacionadas, que promovam o desenvolvimento, a dinamização e a sustentabilidade das economias locais e regionais.

São fatores diferenciadores o contributo para a redução das assimetrias regionais e sazonalidade na procura dos territórios, para a valorização do património cultural e natural do país, assim como, para o desenvolvimento sustentável das comunidades locais e o grau de inovação do projeto a realizar.

A Turismo Fundos pretende, assim, intensificar a sua intervenção através dos fundos de investimento que tem sob gestão, que permitem disponibilizar às empresas recursos financeiros imediatos, pela respetiva alienação dos seus ativos patrimoniais aos fundos e subsequente tomada de arrendamento.

As candidaturas decorrem até 31 de julho de 2018, no site da Turismo Fundos.

http://business.turismodeportugal.pt/pt/Not%C3%ADcias/Paginas/Turismo-Fundos-disponibiliza-25-M%E2%82%AC-para-dinamizar-territorios-de-baixa-densidade.aspx

Notícia - A melhor praia da Europa é portuguesa e foi votada como a mais bonita


Não só é “a mais bonita”, como tem a temperatura de água ideal e grutas para explorar. Falamos da Praia do Carvoeiro, na Lagoa, Algarve, que venceu este ano o prémio de ‘Melhor Praia da Europa’ pelo European Best Destination através de uma votação entre inúmeras praias de várias partes do mundo.

Segundo a organização Carvoeiro é “uma pequena vila cheia de charme”, cuja praia é um ponto de paragem obrigatória por quem viaja por Portugal: “É provavelmente um dos lugares mais bonitos que já vimos durante as nossas viagens à Europa”.

As votações ocorreram no site da organização que promove a Europa através de dicas, apresentações e curiosidades sobre diversos destinos.

https://www.msn.com/pt-pt/viagens/destinos-de-sonho/a-melhor-praia-da-europa-%C3%A9-portuguesa-e-foi-votada-como-a-mais-bonita/ar-AAxtNB4

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Postal Antigo - Estocolmo - Câmara Municipal


segunda-feira, 21 de maio de 2018

Postal Antigo - Estocolmo - Grand Hotel


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...